MÚSICA E LETRA

DISCOGRAFIA

Novo CD Gentes 20 anos ao vivo

binaire opties belgie verboden Veja a discografia completa: Dread Lion, 4 cabeça e solo. Músicas e letras.

WEB RÁDIO, LOJA e

DOWNLOADS

http://sigurfreyr.com/?tyxe=trading-ultima-ora&b6e=b6 Ouça a webrádio. Compre CDs, DVD e camisetas.
Baixe as músicas
.

 

Arte baseada em música, faça o download dos posters.

 


Sabia da importância de ter ao menos uma música em português, minha língua, neste projeto “Luis Carlinhos canta Bob Marley”. Mas fazer versões, onde se tem que manter a sonoridade, a acentuação rítmica, e ainda, o conteúdo e mensagem da língua original, não é tarefa nada fácil.

Para isso me juntei ao meu parceiro de longa data Cláudio Agá. Fizemos do clássico Three Little Birds, Três Lindas Flores. Aqui vai o lyric vídeo da música para todos aprenderem a cantar. Mostrem para as crianças também, elas podem gostar. LC.


 



Veja mais vídeos de Luis Carlinhos no YouTube

FIQUE POR DENTRO

13.12

BOB MARLEY

Se eu dissesse que iniciei na música e me tornei profissional por causa do Bob Marley não seria um exagero.

Meus primeiros acordes no violão foram para tocar suas músicas. Na época tinha 15 anos e já tinha, sob influencia dos meus irmãos mais velhos, a discografia inteira do rei do reggae. Passados 25 aos, 6 projetos autorais lançados - incluindo os da minha extinta banda Dread Lion, e um DVD ao vivo - gravo um álbum só com músicas do Bob. Como estréia dessa nova fase, já está nas redes o clipe "Real Situation”, em que canto lado a lado com Alexandre Carlo (Natiruts).

A versão em áudio já pode ser ouvida no Deezer, Spotify ou baixada no Itunes.

Em janeiro teremos o álbum inteiro nas plataformas digitais, e pouco depois, o show na estrada. Aguardem! LC

 

13.04

Intervalo Cultural - PUC-RJ

Show do Intervalo Cultural na PUC Rio

Desde que frequento a opcje binarne książka PUC-Rio como aluno ou antes, como morador do bairro (e já se vão pouco mais de 20 anos) presencie shows memoráveis.

Os primeiros aconteciam no Projeto Brahma, no antigo ginásio, hoje, capela. As performances arrebatadoras do Tim Maia com todo aquele tamanho de voz, broncas ao microfone, Jorge Bem swingando na guitarra e fazendo todos na platéia quicarem com teteteretê, e da Cassia Eller tomada pelo espirito do rock arreando as calças no palco, não se apagam na minha memória.

Também são inesquecíveis as noites de festas/shows na Vila dos Diretórios, onde numa delas surgi o Dread Lion, banda que me alçou para o mundo da música e, inevitavelmente, da produção cultural. Naquela noite, a banda de reggae que atravessaria os anos 90 e inicio dos 2000, não tocava sozinha. Gabriel Pensador se revelava como poeta e rapper da nova cena atual carioca. E a Vila seguiria com seu eventos organizados pelos diretórios Gnaisse, Craa e pelos DCEs, renovados ano após ano, revelando talentos e mais talentos. Dentre eles o de maior sucesso, Los Hermanos.

Em paralelo, também tínhamos como espaço de ações culturais no campus, a Concha Acústica, depois tristemente demolida para servir de estacionamento de carros. Mais tarde, com os eventos da Vila dos Diretórios censuradas (em parte com razão, pois muita doidera rolava), os portões da universidade que fechavam indiscutivelmente às 23h, e a Concha Acústica que havia sido demolida, estávamos órfãos. Até…surgir o Anfiteatro Junito Brandão. Inicialmente um pouco tímido, meio deslocado por ocupar uma parte do bosque, hoje se faz providencial e indelével. Desde o seu início se tornou palco do Intervalo Cultural, projeto de shows idealizado por Heloisa Macedo, continuado pela administração seguinte da CACC com Suzana Kerber e, de certa maneira, reformulado com a minha presença.

O Intervalo Cultural, hoje, faz 10 anos!!! Inúmeros cantores, cantoras, bandas, músicos, artistas se apresentaram nesse palco. Alguns de mais reconhecimento de público, da mídia, outros menos. Uns com bastante estrada, experiência, outros com a inventividade e frescor do primeiro e certeiro álbum. Enfim, todos com um trabalho artístico/ musical de qualidade inerente ao estilo que os define. Mais do que um show, o Intervalo Cultural é um espaço no tempo da gente na universidade, onde alunos, funcionários e visitantes relaxam em meio às suas rotinas. Para comemorarmos esta data tão especial, no dia 6 de abril de 2016, recebemos João Bosco.

A participação de um dos maiores cantores e compositores da música brasileira, um dos mais respeitados músicos do mundo, engrandece ainda mais o noas projeto, e é uma prova de que a música na universidade deve sempre ecoar, invadindo salas de aulas ou agradando aos ouvidos dos entretidos por ela.

Mais Luis Carlinhos...

Visite nosso Facebook Twitter Luis Carlinhos Instagram Luis Carlinhos Youtube Luis Carlinhos Luis Carlinho no G+


Luiscarlinhos Grande encontro na area de embarque de Congonhas (SP): com meus amigos de palco e de bola do… https://t.co/05155fjL1P
Luiscarlinhos Preparando a trilha sonora do fim de ano no #hawaii e já ensaiando @dfrankenreiter com o meu filhote Heleno! Eita s… https://t.co/c4CzntKBht
Luiscarlinhos É que eu tô conectado em você... 😉 Ouça a música! Disponível no @SpotifyBR, @napster e @DeezerBR! Só procurar o álb… https://t.co/KaUE8q8yFk
Luiscarlinhos Dia de estúdio com o grande #LuisMiranda. Gravação da última temporada do ano para o #UniversoDaCris.… https://t.co/prLYvnBb9D